quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Carta do Bispo da Diocese


Novo ano pastoral tem como objetivo principal «anunciar o Evangelho com as famílias e os jovens»

Objetivo principal:   Anunciar o Evangelho com as Famílias e os Jovens

 

No início do novo ano pastoral 2021-2022, o Bispo de Santarém D. José Traquina assinala na Carta Pastoral deste ano sobre a missão da Igreja do ponto de vista social, concretizada nas paróquias e movimentos, “funcionaram” as IPSS, a Cáritas Diocesana e os serviços paroquiais da pastoral socio-caritativa, e “muitos cristãos mantiveram discretamente um apoio voluntário na ação social a quem necessitava de apoio”.

No contexto da pandemia Covid-19, D. José Traquina refere que, “entre dificuldades e limitações”, desenvolveram-se modalidades novas de comunicação e encontro, nomeadamente o uso das plataformas digitais que “tende a continuar em simultâneo com a comunicação presencial”, no novo ano pastoral 2021/2022.

“As crises são desafios para a Igreja se redescobrir na sua vocação e missão. São oportunidades para revelar quem somos e o que somos capazes de fazer para assumir novo testemunho em tempo de mudança de época”, acrescentou.

O novo ano pastoral na Diocese de Santarém tem como objetivo principal ‘anunciar o Evangelho com as famílias e os jovens’, e é o terceiro de um projeto pastoral de seis anos que vai levar esta Igreja local até ao cinquentenário da sua criação, que se comemora em 2025.

Na sua carta de início de ano pastoral, D. José Traquina também faz sugestões às “paróquias em pós pandemia”, sobre a catequese, a pastoral juvenil e todos os movimentos e ações de espiritualidade e apostolado – “a serenidade confiante e procurar fazer bem, com empenho e qualidade” – e explica que a preocupação deve estar “mais assente na qualidade das propostas, do que na quantidade dos participantes”.

Sobre a liturgia, salienta que a Missa dominical “é o momento mais convergente de concentração dos cristãos na paróquia” e sugere “renovado empenho na qualidade das celebrações da Eucaristia”, desde a limpeza e decoração do espaço, até ao “cuidado indispensável” de preparação de todas as pessoas intervenientes.

No âmbito da ação social ou socio-caritativa, o bispo de Santarém afirma que “constitui um testemunho da comunidade celebrativa”, e, nesta altura, “acresce o cuidado por novas situações de isolamento e solidão, dificuldades económicas e o apoio possível a migrantes estrangeiros”.

O bispo de Santarém também reflete sobre o caminho sinodal, a vocação e lembra que a “vida cristã é vocação a uma vida com missão”; A diocese propõe como santos de referência 2021/2022 a Rainha Santa Isabel de Portugal, o padre franciscano São Maximiliano Maria Kolbe e o jovem beato Carlo Acutis.


Formação SAYES- 10 etapa


Ora viva

Esperamos que esteja tudo bem convosco e que estejam já a preparar o próximo ano catequético.

Com o objetivo de preparar a etapa 10 do projecto SAYES convidamos a participar na formação ON_LINE dia 25 de setembro das 10H às 12,30H, através do link que poderão
aceder AQUI

Para a formação deverão ter convosco os materiais da 10 etapa.

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Este é o dia que fez o Senhor: exultemos e cantemos de alegria


Ora viva

D. José Traquina na sua homilia de Domingo de Páscoa desafia-nos a viver esta Páscoa pelos próximos dias:

"Pela frente temos o Tempo Pascal, cinquenta dias para celebrarmos a Páscoa e darmos testemunho. Se até aqui, o desafio foi a caminhada quaresmal para preparar a Páscoa. Agora, o desafio é o Tempo pascal como tempo oportuno e privilegiado para testemunhar a vida nova que Jesus promoveu com a sua Ressurreição. Como vamos traduzir a Páscoa na vida concreta? Que iniciativas extraordinárias podemos ter?

Para que se tenha força para um testemunho de Fé, indico quatro palavras como referência: oração, alegria, humildade e coragem. São palavras que bem encontramos no testemunho de Nossa Senhora. Que ela nos acompanhe como sempre acompanhou os discípulos de seu Filho."

quarta-feira, 10 de março de 2021

Retiro de Quaresma


Ora viva:

Vivemos esta quaresma de forma muito diferente, todavia sabemos que o Senhor é sempre a nossa esperança.

Nesse sentido, o Secretariado da Catequese de Santarém promove momentos de reflexão e de oração, nas tardes dos domingos 7, 14 e 21 de março, entre as 15h-17.30h. Este ano este momento será online, via zoom. A sessão do dia 7 foi muito positiva, e pode ainda inscrever-se para as sessões dos dias 14 e 21 de março, através do seguinte link:
https://docs.google.com/forms/d/1fd3yeYz2x4EczgWPtF9yHOCffqtnR0IG8I_R82ohe2s/edit?usp=sharing 

Posteriormente irá receber no email indicado o endereço do link para esta tarde de oração.
Fiquem bem.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Campanha da Quaresma. “Felizes os que acreditam - histórias de conversão”

 Caros Catequistas

Informo que brevemente teremos uma proposta de Campanha da Quaresma. “Felizes os que acreditam - histórias de conversão”. Mais um programa da #matriztv da paróquia de Alcanede, com testemunhos reais de quem encontra Deus e transforma a sua vida. Programa da responsabilidade do Secretariado diocesano da pastoral Familiar da
Diocese de Santarém
.
Neste projeto poderão encontrar várias propostas para realizar com as famílias.
Estejam atentos.

Com amizade, um abraço do Diác Paulo Campino.

Mensagem da Quaresma 2021, de D. José Traquina, Bispo de Santarém

 Ora viva

D. José Traquina publicou a sua mensagem de Quaresma a qual fica disponível aqui, basta clicar.


sábado, 13 de fevereiro de 2021

49º Encontro Interdiocesano de Catequistas

49º Encontro Interdiocesano de Catequistas decorre até ao próximo Domingo e promete aprofundar o conhecimento do «Diretório para a Catequese»



O Diácono Paulo Campino, diretor do Serviço de Catequese de Santarém, disse hoje que a catequese se “deve abrir às novas culturas e a novas linguagens”, num esforço por estar “nas realidades mais marginais".

“Hoje muitas das nossas crianças e adolescentes estão fora da realidade eclesial, e isso deve provocar, na catequese, um movimento claro de inculturação de modo a que a transmissão da fé esteja atenta e atuante perante a globalização da cultura e das novas formas que as pessoas encontram para se relacionarem”.

No início do 49º Encontro Interdiocesano de Catequistas, que decorre até domingo e que reúne mais de três centenas de catequistas das dioceses do centro do país, o responsável considerou que o novo Diretório surge “fruto da aceleração da própria sociedade” e recebe os contributos “de alguns documentos fundamentais e dos processos sinodais a que temos assistidos nos últimos anos”.

“É um documento que tem um carisma profundo. Tem uma razão eclesiológica e é fruto de um conjunto de sínodos que a igreja tem vivido e que vão alterando a face da igreja nos últimos anos”.

Para o diácono Paulo Campino o novo documento desafia os catequistas, as comunidades cristãs e as famílias a olharem ara a catequese “não apenas como o lugar do crescimento da fé”, mas a ser “espaço e lugar de gerar a fé” e a provocar "uma conversão pastoral".

“É claro que não podemos limitar a catequese ao crescimento da fé, mas temos que aí gerar a fé, tornando-se particularmente importante o primeiro anúncio, o querigma e a credibilidade do catequista neste processo de acompanhamento”, considerou.

Considerando que o Diretório “coloca em grande destaque a cultura digital” o diácono Paulo Campino sustentou que é fundamental “metermo-nos nestes meios” de modo a “estarmos lá e acompanharmos os que ali caminham a uma verdadeira liberdade interior”.

“Hoje a catequese percebe que não pode existir sem se abrir e deixar guiar pelo Espírito Santo, que sendo o protagonista, nos desafia a fazer ‘caminho com’ muito mais do que ‘conduzir a’. É uma perspetiva que envolve o catequista, a família, o catequizando, e as comunidades. Muda a nossa catequese porque exige o paradigma do acompanhamento e da constante releitura da minha história à luz de Deus”, afirmou.

"O fim da catequese não é fazer uma sessão escolar ou preparar para um sacramento. É pelo caminho que percorro, com Deus e com os irmãos, e pela sua misericórdia que me torno discípulo".

No início dos trabalhos, que este ano decorrem de maneira virtual, o padre José Henrique Pedrosa, coordenador do grupo organizativo, agradeceu “a presença de tantos catequistas de todo o país” e lembrou que esta pandemia se tem constituído como “um desafio à catequese” e traz consigo uma “oportunidade para nos adaptarmos às nossas ferramentas disponíveis de modo a fazermos novos discípulos”.

Programa do 49º Encontro Interdiocesano

Amanhã, dia 13 de fevereiro, pelas 15h00, o padre Tiago Neto, do Patriarcado de lisboa, apresenta o tema «Identidade da Catequese».

No domingo, último dia do Encontro, Maria Luísa Boléo, do setor da Catequese de Lisboa, apresenta, pelas 15h00, o capítulo X do Diretório, sob o tema «A catequese diante dos cenários culturais contemporâneos». Segue-se um tempo de ateliês para o aprofundamento de alguns dos cenários apresentados com temas como «Catequese e mentalidade científica», «Catequese e cultura digital», «Catequese e bioética», «Catequese e integridade da pessoa e Opção pelos pobres», «Catequese e compromisso ecológico».

Educris|12.02.2021

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Caminhada Quaresmal

 Caros Catequistas

Espero que estejam todos bem.
Como vos dissemos, no início do ano, não vamos fazer campanha da quaresma.
Sugerimos o uso do material da Pastoral Juvenil para os grupos do SAYes.


Agora partilho a campanha da nossa diocese irmã de Leiria que poderão usar sem qualquer problema.




Votos de Boa caminhada Quaresmal.
Um abraço do diac Paulo Campino

sábado, 6 de fevereiro de 2021

Ajuda de Preparação para a Páscoa (APP)

Caros Catequistas.

Espero que se encontrem bem. 
A Pastoral Juvenil da nossa diocese, com a ajuda da pastoral Familiar, preparou um devocionário para ajudar a viver a quaresma. 

O APP: Ajuda de Preparação para a Páscoa. 

É um devocionário em livro formato de bolso. 
Tem uma frase bíblica da liturgia diária, uma breve meditação e um desafio prático para cada dia da quaresma desde a quarta-feira de cinzas até ao domingo de Páscoa. 
Tem uma linguagem simples e acessível a pensar sobretudo nos jovens mas também para menos jovens. 
É uma boa ajuda para vivermos a quaresma e páscoa com mais sentido e oração, tanto para vós como para os adolescentes do Say Yes e grupo de jovens. 

 E custa apenas 2€. Podem encomendar aqui:

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

49º Encontro Interdiocesano de Catequistas


 Ora viva

Irá decorrer entre os dias 12- 14 de fevereiro o Encontro Interdiocesano de Catequistas, este ano exclusivamente online através do zoom.

A inscrição também é feita online.

Programa Interdiocesano 2021

«Diretório para a Catequese» (2020)

 

Sexta-feira à noite, dia 12 de fevereiro: 21h00 - 22h30
21h00 – Acolhimento e Saudação
21h15 – Oração
21h30 – «Visão geral do Diretório» – Diácono Paulo Campino

Sábado à tarde, dia 13 de fevereiro: 15h00 – 17h30
15h00 – «A identidade da catequese» (cap. II) – P. Tiago Neto
16h30 – Trabalho de grupos + Plenário
17h15 – Oração final – Ir. Isabel Martins

Domingo à tarde, dia 14 de fevereiro – 15h00 - 17h00
15h00 – «A catequese diante dos cenários culturais contemporâneos» (cap. X), Apresentação global – Mª Luísa Boléo
15h30 – Ateliês
   - Catequese e mentalidade científica
   - Catequese e cultura digital
   - Catequese e bioética
   - Catequese e integridade da pessoa
   - Catequese e compromisso ecológico
16h30 – Conclusão dos trabalhos e Oração final


INSCRIÇÕES

para o email do secretariado ou através do link: https://forms.gle/CV6BNukpPDs3ETvp6